o percurso do café

A história do café

O percurso do café

grão café

A história do café

Alguma vez pensou no motivo pelo qual começámos a beber café? Ou como se tornou num produto adorado em todo o mundo? Bem, nós temos as respostas.

Reza a lenda que um pastor etíope do século IX descobriu o café depois de notar que as suas cabras tinham ficado demasiado enérgicas depois de terem comido - algo que parecia serem bagas vermelhas. Levou o fruto a um santo, que fez então o primeiro café do mundo. E o resto é história.

caneca nescafé

A invenção do café solúvel

Em 1930, o governo brasileiro pediu à Nestlé para ajudar a preservar os seus elevados excedentes de café provocados pelo crash da bolsa de 1929. A ideia era produzir um café de qualidade que pudesse ser preparado adicionando apenas água. Após oito anos de investigação, NESCAFÉ nasceu e a indústria do café foi revolucionada.

Começando na Etiópia e indo para o Médio Oriente, a popularidade do café espalhou-se pela Ásia e pela Europa através de viajantes e mercadores. Atualmente, o café cresce em áreas que têm a combinação certa de altitude, solo e condições atmosféricas. Eis alguns dos cafés de maior qualidade do mundo:

KAFFA DA ETIÓPIA

Enquanto berço original do café, não admira que a Etiópia produza alguns dos melhores cafés do mundo. O que torna o Kaffa especial é o fato de ser colhido em árvores que crescem no seu estado selvagem – tal como foi descoberto.

MOCHA DO IÉMEN

O Mocha é um dos primeiros cafés cultivados e recebeu o nome devido ao porto iemenita de Moca, a partir do qual foi exportado para todo o mundo. É produzido nas montanhas junto ao Mar Vermelho através de métodos tradicionais.

JAMAICA BLUE MOUNTAIN

Como o nome sugere, este café é produzido nas Montanhas Azuis da Jamaica. A altitude elevada, o solo rico e vulcânico, a baixa precipitação e a densa nebulosidade conferem a este café um sabor suave sem ser amargo.

KONA HAVAIANO

Este café só pode ser cultivado nas encostas de Hualalai e Mauna Loa, nas Grandes Ilhas do Havai. Manhãs ensolaradas, tardes nubladas e noites amenas criam as condições perfeitas para o cultivo.

bebidas de café

O encontro do café com a cultura

As Coffee Houses surgiram no Cairo, em Meca e Damasco, onde os homens se reuniam para socializar e jogar. Depois, começaram a aparecer na Europa e tornaram-se populares entre os intelectuais, que discutiam os ideais do Iluminismo e preparavam revoluções. Atualmente, os cafés e as coffee shops tornaram-se parte integrante do quotidiano em todo o mundo.

cereja de café

Do grão à chávena

Antes da preparação, o café é cuidadosamente cultivado e delicadamente torrado. Existem diferentes tipos de café e diferentes formas de o torrar. E cada um resulta num sabor único e   distinto.

Na verdade, os grãos de café são as sementes das cerejas de uma planta de café. As cerejas crescem ao longo do caule e demoram cerca de nove meses a amadurecer e a transformarem-se em cerejas de café vermelho vivo. Quando estão no ponto, são colhidas à mão pelos produtores de café, que depois extraem os grãos mergulhando-os em água durante alguns dias ou secando-os ao sol durante algumas semanas.

GRÃO DE CAFÉ ARÁBICA

Arábica foi o primeiro café a ser cultivado. Representa mais de 60% da produção mundial de café e é também o mais popular. Tem um sabor suave e doce, com a acidez ideal.

GRÃO DE CAFÉ ROBUSTA

Robusta é um café mais robusto em muitas formas. Tem mais cafeína e antioxidantes, e resiste mais às doenças do que o café Arábica. Em termos de sabor, tem menos acidez, é mais encorpado e mais amargo.

GRÃO DE CAFÉ VERDE

Depois da colheita, os grãos de café são chamados de “grãos de café verde” devido à tonalidade que adquirem durante a secagem. Neste ponto, não cheiram nem sabem nada a café. Têm de ser torrados primeiro.

GRÃO DE CAFÉ DECAFFITO

Em vez de remover a cafeína do grão, os produtores estão a produzir novas plantas de Decaffito cujas cerejas não contêm qualquer teor de cafeína.

GRÃO DE CAFÉ BRANCO

Os grãos de café branco são pouco torrados para terem uma coloração mais clara e produzir um sabor mais suave.

GRÃO DE CAFÉ ESPRESSO

Pode usar qualquer tipo de café para fazer um espresso, mas as torrefações médias a escuras normalmente são melhores, pois reduzem a acidez criada durante a fermentação ou infusão do espresso.

grão de café

Pronto para torrar

Os grãos verdes crus têm de ser torrados antes de serem usados. Durante a torrefação, os grãos de café incham e mudam de cor. Ficam amarelos à medida que absorvem o calor; castanhos à medida que perdem o teor de água; e mais escuros ainda à medida que segregam os seus óleos. Quanto mais torram, mais escuros ficam e mais sabor libertam.

Existem muitos nomes para diferentes tipos de torrefação, mas geralmente incluem-se nestas quatro categorias principais:

TORREFAÇÃO CLARA

Uma torrefação clara tem um sabor de grão leve e torrado, pouco encorpado, acidez pronunciada e sem óleo à superfície dos grãos. A torrefação mais clara chama-se Canela Clara.

TORREFAÇÃO MÉDIA

Uma torrefação média confere mais corpo e menos acidez do que a torrefação clara, mas também não possui óleo à superfície dos grãos. Geralmente conhecida por Torrefação Americana.

TORREFAÇÃO ESCURA

Uma torrefação escura produz um café mais escuro, encorpado e com um aroma bem estruturado. Uma torrefação “Full City Roast” é forte, enquanto que uma torrefação “Viennese Roast” tem uma cor castanha rica e ligeiramente oleosa.

TORREFAÇÃO ALTA

As torrefações altas são as mais fortes e o seu sabor doce e fumado também pode ser amargo. Os grãos sujeitos à “Torrefação Francesa” são quase negros. Os grãos sujeitos à “Torrefação Italiana” são negros, caramelizados e oleosos.

degustação de café

Mistura

Os blends de café são criados combinando diferentes tipos de grãos ou sabores. Pode torrar grãos de café com sabores como baunilha ou avelã, ou adicionar sabores durante a fermentação. 

produção de café

Um processo respeitado

Cerca de 60 milhões de pessoas trabalham na indústria do café em todo o mundo.  A nossa função é garantir que o café que tem na sua chávena foi Cultivado com Respeito.

café sustentável
O que é o café sustentável?

A produção sustentável de café significa poder manter a produção durante um longo período, cumprindo simultaneamente as normas sociais, ambientais e económicas. Estamos empenhados em utilizar processos sustentáveis na nossa produção de café, utilizando métodos de verificação a cada etapa.

cultivado com respeito
Cultivado com Respeito

A nossa ambição é garantir que, no futuro, o fornecimento do café decorre de uma agricultura responsável e de uma produção sustentável. Trabalhamos com produtores de café, com agrónomos e com organizações tais como a Rainforest Alliance, a Sustainable Agriculture Network e a Common Code for the Coffee Community, para que isso aconteça.

planta jatropha curcas
Caso a caso

Nas Filipinas, temos um programa contínuo de conservação do solo e da água nas plantações de café por toda a região, que se concentra em incentivar os produtores de café a produzir a planta Jatropha Curcas, ou “tuba-tuba”, como colheita secundária. A Jatropha Curcas previne a erosão do solo durante os meses de seca e é uma boa fonte de glicerol e biocombustível, que se traduz assim num rendimento extra para os agricultores.